Mercados agroalimentares do Vale do Jaguari (RS)

O caso das frutas, legumes e verduras (flv)

  • Eduardo Gilvan Dutra Departamento de Economia e Relações Internacionais, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Brasil
  • Sibele Vasconcelos de Oliveira Departamento de Economia e Relações Internacionais, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Brasil
  • Rita Inês Paetzhold Pauli Departamento de Economia e Relações Internacionais, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Brasil
  • Gustavo Pinto da Silva Colégio Politécnico, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Brasil

Resumen

A abertura comercial intensificada a partir da década de 1990, condicionou a internacionalização dos mercados. Por outro lado, as políticas públicas de compras institucionais de alimentos crescem, sobretudo após 2000, e juntamente com as novas demandas vem reconfigurando territórios e colocando em evidência teórico-prática os mercados. O artigo analisa os mercados de hortigranjeiros acessados por agricultores da região do Vale do Jaguari (RS), bem como as especificidades dos atores envolvidos, das unidades de produção e dos canais de comercialização presentes. Metodologicamente, utilizou-se o enfoque qualitativo e quantitativo, com aplicação de questionários junto a 179 fruticultores e 135 olericultores, além da análise de dados secundários. Dentre alguns resultados encontrados, destaca-se o envelhecimento da população rural, sendo a média de idade dos responsáveis pela produção de FLV de 52 anos. Soma-se a isso, o esvaziamento das propriedades, sendo que essas possuíam, em média, 3,2 residentes por propriedade. Quanto às especificidades dos mercados acessados pelos agricultores, constatou-se que as feiras são os principais acessados. Por fim, conclui-se que mesmo diante da competição dos atuais mercados agroalimentares, os mercados de proximidade predominam frente aos demais no Vale do Jaguari, seguido dos mercados locais e territoriais para as hortaliças e dos convencionais para as frutas.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Métricas

Cargando métricas ...

Citas

Agne, C. L. & P. D. Waquil. 2011. A rede de relações sociais nos mercados de proximidade: os canais de comercialização e troca das agroindústrias rurais familiares da região do Corede Jacuí Centro–RS. Ensaios FEE 31:779-806.

Alves, F. D. & V. C. P. Silveira. 2008. Evolução das desigualdades regionais no Rio Grande do Sul: espaço agrário, imigração e estrutura fundiária. Caminhos de Geografia 9: 1-15.

Anése, R. L. R. 2009. Arranjos Produtivos Locais e Capital Social no Vale do Jaguari/RS. D.r. Tese. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS. 123 pp.

Bertê, A. M. A., B. O. Lemos, G. Testa, M. A. R. Zanella & S. B. Oliveira, 2016. Perfil socioeconômico - Corede Vale do Jaguari. Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul 26: 909-941.

Brasil, C. R. B. 2016. Agricultores familiares pluriativos na região do Vale do Jaguari/RS: um estudo em Nova Esperança do Sul. M. Sc. Dissertação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS. 136 pp.

Bowen, S. 2010. Embedding Local Places in Global Spaces: Geographical Indications as a Territorial Development Strategy. Rural Sociology 75: 209 - 243.

Câmara Municipal de vereadores de Jaguari. 2017. Câmara municipal aprova projeto de lei para uso de princípio ativo 2,4-D. 2017. Disponível em: < http://camara.jaguari.rs.gov.br/2017/07/camara-municipal-aprova-projeto-de-lei-para-uso-de-principio-ativo-24-d/>. Último acesso: agosto de 2018.

Cesar, G. 1979. História do Rio Grande do Sul. Período Colonial. Editora do Brasil, São Paulo. 327 pp.

CMS - Civil society mechanism. 2017. Connecting smallholders to markets. Disponível em: < https://handsontheland.net/wp-content/uploads/2016/10/CONNECTING-SMALLHOLDERS-TO-MARKET-english.pdf>. Último acesso: agosto de 2018.

Coley, D. A., M. Howard & M. Winter. 2011. Food miles: time for a re-think? British Food Journal 113: 919-934.

Costa, J. P., L. M. Rimkus & B. P. Reydon. 2008. Agricultura familiar, tentativas e estratégias para assegurar um mercado e uma renda. In: Congresso da sociedade brasileira de economia, administração e sociologia e rural, XLVI., 2008, Rio Branco/AC. Anais... Rio Branco/AC: SOBER.

Craviotti, C. 2013. La agricultura familiar en los mercados globales: Articulación horizontal y vertical en la citricultura del Noreste Argentino. In: Mercados e agricultura familiar: interfaces, conexões e conflitos. Conterato, MA, Niederle, PA, Triches, RM, Marques, FC, Schultz, G. (Coordenadores). Ed. Via Sapiens, Porto Alegre. pp. 19-35.

Cunha, A. R. A. A. & Belik, W. 2012. A produção agrícola e a atuação das Centrais de Abastecimento no Brasil. Segurança Alimentar e Nutricional 19: 46-59.

Cunha, A. R. A. A. 2015. Dimensionando “o passeio das mercadorias”. Uma análise através dos dados do Prohort. Revista de Política Agrícola 4: 55-63.

Dutra, E. G., G. P. Silva & H. D. Zen. 2017. Origens e razões do desabastecimento alimentar de frutas, legumes e verduras da Região Central do Rio Grande do Sul. In: Congresso da sociedade brasileira de economia, administração e sociologia e rural, 55., 2017, Santa Maria/RS. Anais... Santa Maria/RS: SOBER, 2017.

FEE – Fundação de economia e estatística. 2016. FEE Dados. Perfil Socioeconômico. Disponível em: < https://www.fee.rs.gov.br/indicadores/indice-de-desenvolvimento-socioeconomico/>. Último acesso: agosto de 2018.

FEE – Fundação de economia e estatística. FEE Dados. 2015. Território. Disponível em: < http://feedados.fee.tche.br/feedados/#!pesquisa=0>. Último acesso: agosto de 2018.

Froehlich, J. M., C. C. Rauber, R. H Carpes, & M. Toebe. 2011. Êxodo seletivo, masculinização e envelhecimento da população rural na região central do RS. Ciência Rural 41: 1674-1680.

Gil, A. C. 2009. Como elaborar projetos de pesquisa. Atlas, São Paulo: 200 pp.

Giovanini, A., S. R. Marin, C. Ataídes & M. Arend. 2011. Estrutura fundiária e Desenvolvimento Humano: uma análise para as microrregiões do Rio Grande do Sul. Estudos do CEPE 34: 263-290.

Grisa, C., C. J. Schimitt, L. F. Mattei, R. S. Maluf & S. P. Leite. 2011. Contribuições do Programa de Aquisição de Alimentos à segurança alimentar e nutricional e à criação de mercados para a agricultura familiar. Agriculturas 8: 34-41.

IBGE - Instituto brasileiro de geografia e estatística. 2006. Censo Agropecuário 2006. Disponível em: <https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/agropecuaria/censoagro/default.shtm>. Último acesso: agosto de 2018.

IBGE - Instituto brasileiro de geografia e estatística. 2010. Censo Demográfico 2010. Disponível em: < https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/>. Último acesso: agosto de 2018.

Ilha, A. S. & G. T. Molinari. 2008. Avaliação dos setores potenciais e estagnados da microrregião do Vale do Jaguari para o período 1990-2005. In: Encontro de economia gaúcha, 4., 2008, Porto Alegre/RS. Anais... Porto Alegre/RS: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Kirwan, J. 2004. Alternative Strategies in the UK Agro-Food System: Interrogating the Alterity of Farmers’ Markets. Sociologia Ruralis 44: 395 – 415.

Lamas, J. P. 2017. Santa Maria produz 10 vezes menos do que consome. Diário de Santa Maria, Santa Maria: 8-9.

Lazzarotto, D. 1976. História do Rio grande do Sul. Ed. Sulina, Porto Alegre. 154 pp.

Maluf, R. S. 2004. Mercados agroalimentares e a agricultura familiar no Brasil: agregação de valor, cadeias integradas e circuitos regionais. Ensaios FEE 25: 299-322.

Marsden, T. K & J. S. B. Cavalcanti. 2001. Globalisation, sustainability and the new agrarian regions: food, labour and environmental values. Cadernos de Ciência & Tecnologia 18: 39-68.

Morais. E. P. 2007. Envelhecimento no meio rural: condições de vida, saúde, e apoio dos idosos mais velhos de Encruzilhada do Sul - RS. D.r. Tese. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto/SP. 210 pp.

Niederle, P. A. 2016. Mercados como arenas de luta por reconhecimento: disputas morais na construção dos dispositivos de qualificação dos alimentos. Política & Sociedade 15: 97-130.

Paula, S. B. 1999. A colonização italiana e a reestruturação agrária da região centro-oeste. M. Sc. Dissertação. Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria. 138 pp.

Perez-Cassarino, J & A. D. D. Ferreira. 2013. A construção de mecanismos alternativos de mercados de alimentos ecológicos como forma de redesenhar os sistemas agroalimentares: a proposta dos circuitos de proximidade. In: Congresso internacional sistemas agroalimentares localizados, VI,. 2013, Florianópolis/SC. Anais... Florianópolis: UFSC.

Ploeg, J. D. V. 2006. O modo de produção camponês revisitado. In: A diversidade da agricultura familiar. Schneider, S. Editora da UFRGS, Porto Alegre. pp. 13-54.

Ploeg, J. D. V. 2008. Camponeses e impérios alimentares: lutas por autonomia e sustentabilidade na era da Globalização. Editora da UFRGS, Porto Alegre. 372 pp.

Ploeg, J. D. V., Y. Jingzhong & S. Schneider. 2012. Rural development through the construction of new, nested, markets: comparative perspectives from China, Brazil and the European Union. Journal of Peasant Studies 39: 133 – 173.

Reardon, T., C. P. Timmer, C. B. Barrett & J. Berdegué. 2003. The rise of supermarkets in Africa, Asia, and Latin America. American journal of agricultural economics 85: 1140-1146.

Renting, H., T. K. Marsden & J. Banks. 2003. Understanding alternative food networks: exploring the role of short food supply chains in rural development. Environment and Planning A: Economy and Space 35: 393-411.

Roche, J. 1969. A colonização alemã e o Rio Grande do Sul. Globo, Porto Alegre. 401 pp.

Sangoi, D. S. 2006. Mapeamento geoambiental da bacia hidrográfica do Arroio Inhacundá, município de São Francisco de Assis/RS. M. Sc. Dissertação. Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria/RS. 75 pp.

Schneider, S. 2016. Agricultura Familiar e Mercados. In: Construção de Mercados e Agricultura Familiar: Desafios para o Desenvolvimento Rural. Marques, F.C., Conterato, M.A. & Schneider, S, Ed. da UFRGS, Porto Alegre pp. 93-140.

Schneider, S., N. Salvate & A. Cassol. 2016. Nested markets, food networks, and new pathways for rural development in Brazil. Agriculture 6: 61-80.

Schumacher, E. F. 1983. O negócio é ser pequeno. Um estudo de economia que leva em conta as pessoas. Ed. Zahar, Rio de Janeiro. 317 pp.

Silva, G. P. 2016. A construção social dos circuitos curtos de comercialização e consumo de alimentos: a emergência de novas institucionalidades. D.r. Tese. Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria/RS. 273 pp.

Silva, R.B. & R. L. R. Anése. 2011. O Vale do Jaguari - RS: desafios e perspectivas. In: Experiências de desenvolvimento local do Vale do Jaguari e Região Central – Campus São Vicente do Sul. Dorneles, S.B., Silva, G.P. & Deon, P.R .C. (coordenadores).

Ed. IFFar Campus São Vicente do Sul. São Vicente do Sul/RS. pp: 20-30.

Silveira, L.B. 2013. Agricultura familiar e informalidade: o seu papel no abastecimento local de alimentos. D.r. Tese. Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria/RS. 202 pp.

Sonnino, R. & T. Marsden. 2006. Beyond the divide: rethinking relationships between alternative and conventional food networks in Europe. Journal of Economic Geography 6: 181-199.

Souza, M.S. 2009. Redes de cooperação no pequeno varejo: a construção social dos mercados de hortifrutigranjeiros no Rio Grande do Sul. D.r. Tese. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS, 308 pp.

Thorsoe, M. & E. Noe. 2016. Cultivating market relations–Diversification in the Danish organic production sector following market expansion. Sociologia Ruralis 56: 331-348, 2016.

Uberti, H.G. 2012. O Vale do Jaguari no processo de construção da fronteira oeste do Rio Grande do Sul. Revista Eletrônica História em Reflexão 6: 1-19.

Vendruscolo, R., Cruz, F. T. & Schineider, S. 2016. (Re) Valorización de los alimentos de la agricultura familiar: límites y particularidades de las estrategias agroalimentarias en el estado de Rio Grande do Sul, Brasil. Agroalimentaria 22: 149-169.

Wilkinson, J. 2004. A Agricultura Familiar ante o Novo Wilkinson, J. 2008. Mercados, redes e valores. Editora da UFRGS, Porto Alegre. 213 pp.

Wiskerke, J. S. C. 2009. On Places Lost and Places Regained: Reflections on the Alternative Food Geography and Sustainable Regional Development. International Planning Studies 14: 369 – 387.

Publicado
2019-06-23
Cómo citar
Dutra, E. G., Vasconcelos de Oliveira, S., Paetzhold Pauli, R. I., & Pinto da Silva, G. (2019). Mercados agroalimentares do Vale do Jaguari (RS). Revista De La Facultad De Agronomía, 118(1), 147-159. https://doi.org/10.24215/16699513e015